FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 18 de Julho de 2016 às 17h27

GLUTAMINA É UM AMINOÁCIDO CONDICIONALMENTE ESSENCIAL

SAÚDE (62)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -

Glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial, ou seja, ela é sintetizada pelo organismo, mas, em condições especiais, torna-se necessária sua ingestão. O músculo esquelético é o principal tecido envolvido na produção e liberação do aminoácido para a circulação sanguínea.

É o aminoácido mais abundante do corpo, representa cerca de 60% do total de aminoácidos livres intracelulares. Tem despertado interesse no campo científico devido à sua capacidade de interferir no funcionamento de células do sistema imunológico.

Os macrófagos utilizam glutamina para realização da função fagocítica e citotóxica. Esse aminoácido, também, é utilizado em altas taxas para proliferação de linfócitos e atividade fagocítica de neutrófilos, pois é fonte energética para estas células, bem como para os enterócitos e células epiteliais do intestino. Igualmente, pode contribuir na redução da síntese de citocinas pró-inflamatórias.

A glutamina atua como precursora da síntese da glutationa por meio de sua conversão em ácido glutâmico, um dos três aminoácidos necessários para a produção endógena da glutationa. Em condições clínicas de enfermidades, as concentrações de glutamina encontram-se reduzidas. E, frente a isso, a suplementação de glutamina tem se mostrado eficaz para a redução de sintomas de doenças inflamatórias e proteção aos efeitos prejudiciais do estresse oxidativo devido, principalmente, à propriedade antioxidante da glutationa.

O aminoácido, também, desempenha papel importante na integridade da mucosa intestinal, pois reduz a translocação bacteriana e, assim, contribui para a redução do risco de infecções. Além disso, a glutamina como suplemento pode auxiliar na proteção contra choque séptico, por evitar o esgotamento das concentrações de glutationa.

Ademais, nas situações de estresse agudo, em que ocorre o aumento dos níveis plasmáticos de corticosterona, exacerbação da gliconeogênese, causando degradação e liberação de aminoácidos para a corrente sanguínea, a glutamina é um dos primeiros aminoácidos mobilizados do meio intra para o extracelular, em resposta ao estresse, com o intuito de regular o desequilíbrio.

Fonte: Vitafor Science

Encontre em nossa loja online Glutamax. Um módulo composto pelo aminoácido L-glutamina puro e isolado, através do link www.nutrir-sc.com.br/_loja_/p/11521/glutamax

Veja também

INTOLERÂNCIA A LACTOSE, E AGORA?05/10/19 É estimado que 75% dos indivíduos ao redor do mundo apresentam hipolactasia ou alguma redução da atividade da lactase, especialmente durante a fase adulta.  A lactose é um dissacarídeo (β-galxtosil-1,4-glicose) que, quando ingerida, é hidrolisada em 2 monossacarídeos (glicose e galactose) que são absorvidos via transporte ativo. Esta......
GLUTAMINA A FAVOR DO SISTEMA IMUNE27/04 A glutamina é o aminoácido livre mais abundante do organismo, sabe-se que muitos tecidos e células do organismo utilizam altas taxas de glutamina para exercer suas funções. Das funções da glutamina no......
A IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS20/09/19 A nutrição é essencial para a vida. Todas as funções vitais, assim como o crescimento e o desenvolvimento intelectual, dependem de aporte adequado de nutrientes. O papel da nutrição é ainda mais......

Voltar para BLOG