FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 27 de Julho de 2017 às 17h04

Perda de apetite na quimioterapia: Entenda as causas e como tratar

SAÚDE (60)


A falta de apetite em pacientes que estão em tratamento quimioterápico muitas vezes tem relação com o aumento na produção de citocinas gerada pelo tumor, esse aumento avisa o cérebro para comer menos diminuindo assim ainda mais o apetite.


Pacientes com câncer em tratamento quimioterápico é comum ter alterações no apetite, isso ocorre em 80% a 90% das pessoas.


As causa mais comuns são:


• Náuseas e vômitos;
• Úlceras na boca e boca seca;
• Alterações no paladar;
• Alterações no metabolismo;
• Saciedade precoce;
• Dificuldade para deglutir e mastigar;
• Sedativos;
• Fadiga;
• Depressão
• Dor um dos sintomas do câncer.


Esses sintomas interferem no apetite, levando-os à perda de peso, desnutrição e perda da massa muscular.


Muitas vezes para alguns pacientes o fato de se alimentar traz memórias de mal estar, diminuindo ainda mais a ingesta de alimentos nesta fase do tratamento.


É importante lembrar que por mais que o paciente não sinta vontade de comer, é fundamental para sua recuperação alimentar-se adequadamente para poder manter o peso saudável.

Alimentar-se bem ajuda a lidar melhor com os efeitos colaterais, melhora o físico e o emocional da pessoa.


Como tratar a perda de apetite:


• Tratar as feridas na boca;
• Amenizar a dor;
• Tratar a depressão.


Dicas:


• Escolher alimentos facilmente digeríveis;
• Faça refeições pequenas, alimentando-se de 5 a 6 vezes ao dia;
• Consuma alimentos ricos em calorias e proteínas (Queijo, amendoim, cremes e nozes);
• Tenha em vista sempre alimentos que goste de comer;
• Ingira líquidos nos intervalos das refeições não durante a refeição;
• Adicione temperos nos alimentos, caso haja perda de paladar;
• Variar o cardápio para que a alimentação não fique enjoativa;
• Não deixe de fazer exercícios físicos, para prevenir a perda de massa muscular.

Nesta fase a alimentação precisa ser mais reforçada, sendo difícil atingir as necessidades nutricionais diárias, quando for observado diminuição na ingesta alimentar procure orientação médica ou do nutricionista e faça uso de suplementos nutricionais, os suplementos podem fazer a diferença


Devemos sempre nos lembrar que a nutrição adequada faz parte do tratamento.


O acompanhamento, a interpretação da avaliação nutricional antes durante e após o tratamento quimioterápico, é de suma importância para conhecer e manter o estado nutricional, para recuperar e preservar a qualidade de vida desses pacientes.

Acesse nossa loja virtual e conheça a linha completa de produtos para o melhor tratamento nutricional.

Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação A falta de apetite em pacientes que estão em tratamento quimioterápico muitas vezes tem relação com o aumento na produção de citocinas gerada pelo tumor, esse...

Veja também

A IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS20/09/19 A nutrição é essencial para a vida. Todas as funções vitais, assim como o crescimento e o desenvolvimento intelectual, dependem de aporte adequado de nutrientes. O papel da nutrição é ainda mais relevante em situações patológicas, como as relacionadas com o processo de cicatrização de qualquer tipo de ferida, seja aguda ou......
Desde que há vida existem cuidados...30/08/16 Cuidar, tomar conta, é um ato de vida que tem como finalidade assegurar a manutenção e continuidade da existência. Ao nascer já precisamos de cuidados. Em algum momento da nossa existência, também seremos......
CÁLCIO E RELAÇÃO COM VITAMINA D03/02/16 Muitos estudos têm sido realizados, incluindo o Cálcio e a Vitamina D por conta dos seus efeitos sinergéticos, pois a vitamina D aumenta a absorção do cálcio no intestino delgado. Com variação nas doses,......

Voltar para BLOG