FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 27 de Julho de 2017 às 17h04

Perda de apetite na quimioterapia: Entenda as causas e como tratar

SAÚDE (56)


A falta de apetite em pacientes que estão em tratamento quimioterápico muitas vezes tem relação com o aumento na produção de citocinas gerada pelo tumor, esse aumento avisa o cérebro para comer menos diminuindo assim ainda mais o apetite.


Pacientes com câncer em tratamento quimioterápico é comum ter alterações no apetite, isso ocorre em 80% a 90% das pessoas.


As causa mais comuns são:


• Náuseas e vômitos;
• Úlceras na boca e boca seca;
• Alterações no paladar;
• Alterações no metabolismo;
• Saciedade precoce;
• Dificuldade para deglutir e mastigar;
• Sedativos;
• Fadiga;
• Depressão
• Dor um dos sintomas do câncer.


Esses sintomas interferem no apetite, levando-os à perda de peso, desnutrição e perda da massa muscular.


Muitas vezes para alguns pacientes o fato de se alimentar traz memórias de mal estar, diminuindo ainda mais a ingesta de alimentos nesta fase do tratamento.


É importante lembrar que por mais que o paciente não sinta vontade de comer, é fundamental para sua recuperação alimentar-se adequadamente para poder manter o peso saudável.

Alimentar-se bem ajuda a lidar melhor com os efeitos colaterais, melhora o físico e o emocional da pessoa.


Como tratar a perda de apetite:


• Tratar as feridas na boca;
• Amenizar a dor;
• Tratar a depressão.


Dicas:


• Escolher alimentos facilmente digeríveis;
• Faça refeições pequenas, alimentando-se de 5 a 6 vezes ao dia;
• Consuma alimentos ricos em calorias e proteínas (Queijo, amendoim, cremes e nozes);
• Tenha em vista sempre alimentos que goste de comer;
• Ingira líquidos nos intervalos das refeições não durante a refeição;
• Adicione temperos nos alimentos, caso haja perda de paladar;
• Variar o cardápio para que a alimentação não fique enjoativa;
• Não deixe de fazer exercícios físicos, para prevenir a perda de massa muscular.

Nesta fase a alimentação precisa ser mais reforçada, sendo difícil atingir as necessidades nutricionais diárias, quando for observado diminuição na ingesta alimentar procure orientação médica ou do nutricionista e faça uso de suplementos nutricionais, os suplementos podem fazer a diferença


Devemos sempre nos lembrar que a nutrição adequada faz parte do tratamento.


O acompanhamento, a interpretação da avaliação nutricional antes durante e após o tratamento quimioterápico, é de suma importância para conhecer e manter o estado nutricional, para recuperar e preservar a qualidade de vida desses pacientes.

Acesse nossa loja virtual e conheça a linha completa de produtos para o melhor tratamento nutricional.

Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação A falta de apetite em pacientes que estão em tratamento quimioterápico muitas vezes tem relação com o aumento na produção de citocinas gerada pelo tumor, esse...

Veja também

ASPECTOS NUTRICIONAIS NA DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL22/02/16 A doença inflamatória intestinal (DII), a saber, Retocolite Ulcerativa (RCU) E Doença de Crohn (DC), frequentemente associam-se a déficits nutricionais.  Vários são os fatores responsáveis pela desnutrição ou quaisquer deficiências nutricionais nas DII: Redução da Ingestão Oral Má......
NUTRIÇÃO ONCOLÓGICA NA INFÂNCIA23/01/18 As necessidades nutricionais na infância variam de acordo com idade, sexo, peso e estatura, e devem auxiliar positivamente no crescimento e desenvolvimento adequados e a manutenção de um bom estado de saúde. O câncer traz......
A IMPORTÂNCIA DO ESTADO NUTRICIONAL PARA A SUA CIRURGIA22/03/18 O estado nutricional está diretamento relacionado ao estado imunológico, podendo interferir tanto de forma positiva quanto negativa no resultado da sua cirurgia. Realizar um preparo imunológico antes da cirurgia, consumindo......

Voltar para BLOG